Conheça os Conferencistas e Palestrantes do Enelin 2017

 

Profa. Dra. Alma Bolón Pedretti

É professora titular efetiva de Literatura Francesa no Instituto de Letras (Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación – UdelaR) e professora agregada efetiva de Linguística Aplicada - Carreira de Tradução (Facultad de Derecho – UdelaR) no Uruguai. Integrante do grupo de pesquisa “Filosofia Teórica da Comunicação” (Discurso, Universidade, tecnologia, globalização), ativo desde 1999, e do grupo “Montevideana” (Comparatismo), ativo desde 2003, autoidentificados en CSIC 2014 (No.882487). É também co-dirigente de um projeto e integra outro projeto I+D, ambos apresentados à CSIC, em 2016, e em vigência e vinculados às áreas acima mencionadas nos grupos autoidentificados. Destaca-se a co-direção de um Seminário Permanente de Pesquisa em FHUCE. Prêmios e títulos: Primeiro Prêmio Compartilhado na categoria Ensaio Inédito (Nacional, 2001, Ministério da Educação e Cultura).

 

Para conhecer mais sobre a formação e produção de Alma Bolón, acesse seu currículo aqui:  Currículo

 

Vídeo de uma palestra proferida pela Profa. Alma Bolón, intitulada “Mercantilización del conocimiento y sus ecos en la educación” e realizada em um evento organizado pela Frente de Participación Estudiantil Susana Pintos, em 11 de março de 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=NHwtjL7dK_A.

 

Profa. Dra. Rachele Raus

É graduada em Língua e Literatura Estrangeira pela Università dell’Aquila, com louvor. Possui doutorado pela Escola Superior de Língua Moderna para Intérprete e Tradutor (SSLMIT), da Universidade de Trieste. Pesquisadora no “setor disciplinar” L-LIN 04 da Universidade de Turim, no qual atua como docente desde 2002. De 2003 a 2009 atuou no Centro Interdisciplinar de Pesquisa e Estudo da Mulher (CIRSDe), da Universidade de Turim, o qual dirigiu de 2009 a 2012.  Atualmente é diretora do "Centro de Estudos sobre a Europa (TO-EU)", do Departamento de Cultura, Política e Sociedade, da Universidade de Turim. É representante do Ateneo torinese, no Centro Interuniversitário de Pesquisa sobre a História dos Ensinamentos Linguísticos (CIRSIL).


Para conhecer mais sobre a formação e produção de Rachele Raus, acesse seu currículo aqui: http://www.didattica-cps.unito.it/do/ docenti.pl/Alias?rachele.raus#profilo.

 

Profa. Dra. Eni P. Orlandi

É pesquisadora do Laboratório de Estudos Urbanos da Unicamp, professora e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS) e professora colaboradora do IEL, na Universidade Estadual de Campinas. É pesquisadora 1A do CNPq. Foi docente na USP de 1967 a 1979, onde ensinou Filologia Românica, Linguística, Sociolinguística e Análise do Discurso Pedagógico. De 1971 a 1974, ministrou a disciplina de Análise de Discurso no curso de Especialização em Tradução na PUC-Campinas. Atuou como docente no Departamento de Linguística do IEL, na Unicamp, de 1979 a 2002. Tem doutorado em Linguística pela Universidade de São Paulo e pela Universidade de Paris/Vincennes (1976). Recentemente, publicou o livro “Eu, Tu, Ele: Discurso e Real da História” (2017). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em teoria da Análise Linguística, atuando principalmente nas seguintes áreas: Análise de Discurso, Linguística, Epistemologia da Linguagem e Jornalismo Científico.


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Eni Orlandi, acesse o Currículo Lattes da professora: http://lattes.cnpq.br/3674250332927722.

 

Profa. Dra. Bethania Mariani

É professora titular do Departamento de Ciências da Linguagem da Universidade Federal Fluminense (UFF). É pesquisadora 1C do CNPq. Possui doutorado em Linguística (1996) pela Universidade Estadual de Campinas. Em 2001, fez estágio de pós-doutorado na Stanford University (USA). Lidera o Grupo de Pesquisa Teoria do Discurso (GTDis) e é uma das coordenadoras do Laboratório Arquivos do Sujeito (LAS) da UFF. Tem dois livros publicados: “O PCB e a Imprensa: os comunistas no imaginário dos jornais (1922 – 1989)” (1998) e “Colonização Linguística: línguas, política e religião no Brasil (séculos XVI a XVIII) e nos Estados Unidos da América (séculos XVIII)” (2004), além de ser organizadora de outras obras.
 

Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Bethania Mariani, acesse o Currículo Lattes dela aqui:  http://lattes.cnpq.br/3869834050601414.

 

Profa. Dra. Débora Massmann

É docente permanente e Coordenadora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (PPGCL) da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás). Possui doutorado em Letras pela Universidade de São Paulo (2009) e Pós-Doutorado em Semântica pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas (2014). Tem experiência em Teorias Linguísticas e, principalmente, na área de Semântica, Análise de Discurso, Retórica e Argumentação. Suas pesquisas destacam-se pelo interesse em diferentes discursos, sobretudo, o discurso jurídico, o discurso político e o discurso midiático.
 

Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Débora Massmann, acesse o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/1326731305679142.

 

Profa. Dra. Greciely Cristina da Costa

É professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (PPGCL) da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás). Doutora em Linguística (2011) pela Universidade Estadual de Campinas. Durante seu doutoramento, realizou um estágio de pesquisa (doutorado sanduíche) na Université de Paris 13, em Paris (2010). É líder do Projeto de Pesquisa “Imagens e suas discursividades” e coordena o Projeto de Extensão “A Linguagem vai à Escola” (ALinE). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise de Discurso, com pesquisas voltadas para a compreensão das discursividades da imagem para o funcionamento da denominação e para a análise de discursos sobre a violência e a criminalidade, dentre outros temas que envolvem a relação entre linguagem e sociedade.
 

Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Greciely da Costa, acesse o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/0290481380374492.

 

Profa. Dra. Luciana Nogueira

É professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (PPGCL) da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás). Possui doutorado (2015) em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, com estágio de pesquisa (doutorado-sanduíche) na Université Paris 13 (2012-2013). Concluiu o pós-doutorado (2016) no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (PPGCL) na Universidade do Vale do Sapucaí (Univás). Atualmente, é coordenadora do Centro de Línguas (CELi) do PPGCL-Univás. É integrante do Coletivo de Trabalho Discurso e Transformação (Contradit). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise de Discurso e Semântica da Enunciação e sua pesquisa atual é dedicada ao estudo do discurso e do sujeito nas relações de trabalho.

 
Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Luciana Nogueira, acesse o Currículo Lattes dela: http://lattes.cnpq.br/7475342844385424.

.

 

Profa. Dra. Mariza Vieira da Silva

É professora adjunta na Universidade Católica de Brasília (UCS). É doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e realizou estágio de pós-doutorado na École Normale Supérieure Lettres et Sciences Humaines de Lyon/França (2000-2001/2008-2009). É autora do livro “História da Alfabetização no Brasil: sentidos e sujeito da escolarização”. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise de Discurso e História das Ideias Linguísticas, atuando, principalmente, nos seguintes temas: história da alfabetização no Brasil, escolarização da língua nacional, linguagem e subjetividade.


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Marisa Vieira, acesse o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/9202765296534194.

 

Profa. Dra. Maria Onice Payer

É professora titular do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem, da Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS). Possui doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É pesquisadora 2 do CNPq. Realizou pós-doutorado pela Università di Studi di Genova/Itália (2016), no Corsi di Studi in Scienze dela Comunicazione, onde fez residência e desenvolveu o Projeto de Pesquisa “Processos de Subjetivação, Imigração e Linguagem”. É líder do Grupo de Pesquisa “Práticas de linguagem, memória e processos de subjetivação – fase II”. Atuou como pesquisadora especializada no Laboratório de Estudos Urbanos do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade da UNICAMP. É autora de “Educação Popular e linguagem: reprodução, confrontos e deslocamentos de sentidos” e “Memória da Língua: imigração e nacionalidade”, além de outras obras organizadas.


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Maria Onice Payer, acesse o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/3378484970693261.

.

 

Prof. Dr. Taisir Mahmudo Karim

É professor adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Possui doutorado (2012) em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Linguística/UNEMAT, membro do Centro de Estudos e Pesquisa em Linguagem (CEPEL). Coordena o projeto de pesquisa “Estudo da Significação: Nomes Próprios”/FAPEMAT. Coordena o projeto “Atlas dos Nomes que Dizem Histórias das Cidades Brasileiras – Um Estudo Semântico-Enunciativo dos Nomes Próprios”/CNPq. É líder do Grupo de Pesquisa UNEMAT/CNPq – “Mato Grosso: falares e modo de dizer”. Tem experiência em pesquisa e ensino na área de Linguística com ênfase em Semântica e Enunciação, atuando, principalmente, nos seguintes temas: processo de nominalização e estudo da significação de nomes.


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica do professor Taisir M. Karim, acesso o Currículo Lattes dele aqui: http://lattes.cnpq.br/9147821534589235.

 

Profa. Dra. Verli Petri

É professora associada da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Possui doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e pós-doutorado na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2011). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teorias do Texto e do Discurso, atuando, principalmente, nos seguintes temas: Análise de Discurso, Ensino de Língua Estrangeira, Língua Portuguesa, Discurso Literário e História das Ideias Linguísticas. Atualmente, é tutora do Grupo PET (Programa de Educação Tutorial) do Curso de Letras da UFSM, e coordenadora acadêmico-científica do Laboratório Corpus (PPGL).


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica da professora Verli Petri, acesso o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/4907455690392249.

 

Prof. Dr. William Augusto Menezes

É professor associado da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), onde integra o quadro efetivo do Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos da Linguagem. É docente e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Possui graduação em História pela UFMG (1995), mestrado e doutorado em Estudos Linguísticos também pela UFMG. Possui experiência na área de Linguística com ênfase em Análise de Discurso, atuando, principalmente, junto aos temas: argumentação, narrativa, memória, imaginários e discurso político. É líder do Grupo de Pesquisa “Grupo de Estudos sobre Discurso e Memória - GEDEM” e coordenador do Centro de Pesquisa em “Linguagem, Memória e Tradução” (CPLMT – UFOP).


Para conhecer mais sobre a formação e produção acadêmica do professor William Menezes, acesse o Currículo Lattes dele aqui: http://lattes.cnpq.br/1817247565060943.

 

Profa. Simone Merlo de Souza

É analista educacional e diretora pedagógica na Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Pouso Alegre. Possui graduação em Letras pela Universidade Vale do Rio Verde de Três Corações (1998) e Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Pessoas (2012) pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC Minas. Atua na área de Educação. Tem experiência em Educação.


Para conhecer mais sobre a formação acadêmica da professora Simone de Souza, acesse o Currículo Lattes dela aqui: http://lattes.cnpq.br/6492596792048713.

 

Roberta Carvalho

Prêmio CCSP de residência artística 2016 e Prêmio FUNARTE Mulheres nas Artes Visuais - 2014

É artista visual nascida em Belém do Pará. Estudou artes visuais na Universidade Federal do Pará (UFPA). Desenvolve trabalhos na área de imagem, intervenção urbana, instalação e videoarte. Já participou de várias exposições, coletivas e individuais, no Brasil, Inglaterra, França, Espanha e Martinica. Foi vencedora de diversos prêmios, entre eles, o Prêmio FUNARTE Mulheres nas Artes Visuais (2014), Prêmio Diário Contemporâneo (2011) e Prêmio FUNARTE Microprojetos da Amazônia Legal (2010). Foi bolsista de pesquisa e criação artística do Instituto de Artes do Pará, por duas vezes, em 2006 e 2015. Suas obras integram acervos como o do Museu de Arte Contemporânea Casa das 11 Janelas (PA) e Museu da Universidade Federal do Pará. Dentre as exposições coletivas e festivais de arte que já participou, em destaque estão: Periscópio – Zipper Galeria (São Paulo, 2016), 7ª Mostra SP de Fotografia (São Paulo, 2016), Visualismo – Arte, Tecnologia, Cidade (Rio de Janeiro, 2015), SP ARTE/FOTO (2014), Grande Área Funarte (São Paulo 2014), Pigments (Martinica, 2013), Festival Paraty em Foco (Paraty, 2012), Tierra Prometida (Barcelona, 2012) e Vivo Art.Mov (Belém, 2011).


É co-fundadora do Festival M.A.N.A - Mulher, Arte, Narrativas, Ativisimo (2017), festival de arte e feminismo que discute o protagonismo da mulher nas artes. É criadora do Festival Amazônia Mapping (2013 até os dias de hoje), festival de arte e tecnologia no espaço urbano das cidades da Amazônia.


Para conhecer um pouco do trabalho de Roberta Carvalho, acesse o site da artista: http://www.robertacarvalho.art.br/.

MESTRADO E DOUTORADO

Programa de Pós-Graduação

em Ciências da Linguagem